Make your own free website on Tripod.com

EGW tratou de "difamar" Kellogg por considerá-lo um concorrente de peso!!!

 


As posições conflitantes de Ellen White, mais parecem um "quebra cabeças" !

É facil aceitar Ellen White como pessoa humana e cheia de contradições, como todos os humanos. Aceitar inclusive que Deus tenha feito revelações atravéz dela.

Mas,
n Um título divino para Ellen White: "Espírito de Profecia" ! 
n Profissão de fé em Ellen White no batismo ! 
n Esconder os seus erros,

Tudo isso é INACEITÁVEL.

E
llen White fez uma guerra total ao Dr.Kelloggs pelo seu livro "The Living Temple".  (o templo vivo)

Dei uma olhada no livro, que me pareceu em grande parte uma versão autorizada por um médico, das regras de saúde anunciadas por Ellen White, como sendo revelação divina.--- em outras palavras, o livro competia e ofuscava a visão da reforma de saúde de Ellen White.

Ellen White não podendo desacreditar um livro sobre saúde escrito por um médico, e que competia com o seu livro Ministry of Healing, simplesmente acusou-o de panteísmo!

Essa briga, gerou uma das maiores crises do passado da IASD, sendo muito difícil por a culpa no "panteismo do Dr.Kelloggs", como os historiadores da igreja pretendem.

O Dr.Kelloggs não afirma muito mais do que os Salmos, onde diz que Deus está presente em toda a natureza.


O título do livro, diz o que a Bíblia diz: "Somos o templo do Espírito Santo."

O homem não é simplesmente uma máquina.  A vida, além de criada por Deus, é mantida por Deus.  Quando o homem morre, o espírito volta a Deus, pois a Ele pertence.


J
á lí uma carta, que se diz ser do próprio punho do Dr.Kelloggs, em que ele acusa Ellen White de ter dramatizado a questão.

Os livros sobre saúde do Dr.Kelloggs ainda podem ser encontrados nas prateleiras das grandes livrarias e abordam os mesmos temas que Ellen White tratava. (clique)


No outro extremo, na opinião da IASD, encontramos Ellen White fazendo uma recomendação irrestrita a um "livro herético"  Daniel e Apocalipse de Urias Smith.  --- Um livro declaradamente "semi-ariano" (LEIA ABAIXO).

Ellen White tolerou 25 anos de publicações "semi-arianas" nos Year Books.  (Livro Oficial da Igreja Adventista)... sem nunca ter dito uma palavra de reprovação ?

Ellen White tolerou o seu marido James White fazer declarações "semi-arianas" usando a sua autoridade de Presidente da Conferência Geral, sem nunca reprová-lo publicamente. (três vezes presidente da Conferência Geral)

Ellen White apoiou irrestritamente o que os pioneiros escreviam nas Revista Adventista.
Tudo em flagrante contradição da imagem sustentada pela direção da igreja !


Pelo "Veltman Report", que custou meio milhão de dólares à Conferência Geral, vemos que Ellen White copiou de outros autores, 1/3 do Desejado de Todas as Nações.  ... copiou até de romances de ficção !
Não obstante, desde os 1880 as obras de Ellen White eram depositadas na Livraria do Congresso Americano e feito o competente COPYRIGHT. ---  Isto é, sempre se protegeu com a lei, do que ela mesma praticava: Plágio.

O Testamento de Ellen White, deixando para filhos e netos os Royalties (comissões sobre as vendas) de obras que ela disse serem inspiradas por Deus, é simplesmente desconcertante !
(especialmente depois de ter aconselhado não deixar herança para os filhos, e doar as propriedades para a igreja)

Para entender e aceitar Ellen White, só mesmo lembrando do profeta Balaão, que depois de Deus tê-lo usado como porta-voz, Deus precisou fazer um jumento falar !

NOTA: Hoje, os "jumentos" impedem que a igreja conheça a Verdade!
 

Ellen White também era semi-ariana !

 "O homem Jesus Cristo não era o Senhor Deus Todo Poderoso".  EGW - Patriarchs and Prophets, page 19
Exatamente o mesmo que escreveu o polêmico sacerdote católico Árius, da Alexandria. (Líbio de nascimento).

Ellen White recomendou um livro "semi-ariano" mais tarde banido da IASD !     (recomendação sem restrições)

Ellen White escreveu sobre um livro de Urias Smith censurado na década dos 40, por dizer que "Jesus teve um começo num remoto passado":


"Instruções me foram dadas para que importantes livros contendo a luz de Deus sobre a apostasia de satanás no céu, deveriam ter ampla divulgação agora mesmo, por meio dos quais, a v
erdade chegará a muitas mentes. Patriarcas e Profetas, Daniel e Apocalipse e A Grande Controvérsia, são necessários agora como nunca antes. Eles deveriam circular amplamente porque a verdade que eles revelam abririam muitos olhos cegos."  Review and Herald, Feb,16, 1905. (Colportor Evangelista - Pg.123 Cap. 20 - em inglês)


Veja o livro na sua edição original e a recomendação de EGW logo abaixo no capítulo: "Livros da NOSSA GRANDE MENSAGEM" http://www.alvorada.us/0062.htm

 

Veja o que diz o livro Daniel e Apocalipse em português, banido das bibliotecas da igreja em todo o mudando.

http://www.adventistas.ws/Urias.portugues.htm (Edição de Portugal)

Veja a edição original em português 


Veja que história escabrosa mostrando as vergonhas da igreja:

http://www.alvorada.us/0051.htm  
George R. Knight narra a desconcertante história da censura em 1942 para favorecer a doutrina da Trindade. (pg 154)
"Isto tornou-se evidente quando apareceu a necessidade de fazer uma nova edição do livro Daniel e Apocalipse de Urias Smith. Em março de 1942 os oficiais da Conferência Geral se reuniram com os diretores das casas publicadoras da América do Norte e decidiram que o livro ficaria como foi escrito por Urias Smith, mas teria algumas modificações. Uma delas seria a erradicação de afirmações anti-trinitarianas e semi-arianas."
... o comitê mais tarde decidiu "que seria melhor omitir o assunto (que fosse contra a trindade) do livro sem fazer comentários, ......

Uma forma pouco honesta de escrever ! - Primeiro afirma, para depois negar tudo o que disse.-

George R. Knight força, levando o início da doutrina da Trindade para os anos 1888. 
Esse historiador da igreja Adventista enfrenta o problema de ser um assalariado da organização; como sempre acontece, só falam a verdade depois que se aposentam !

Os historiadores da igreja são obrigados a defender a Trindade, e sempre ignoram os Year Books do início do século. Não há como comentá-los e esconder a verdade ao mesmo tempo, e por isso, simplesmente os ignoram !

A pregação da administração Adventista vinha sendo mentirosa: 
" Os pioneiros eram semi-arianos"... "os pioneiros detestavam publicar as suas doutrinas".

Ao contrário, A doutrina oficial da Igreja Adventista até 1931 era de fato "semi-ariana".
Pela ilegalidade da mudança de 1931, pode-se dizer:  Até ontem (1980) a doutrina da Igreja Adventista era semi-ariana.

A necessidade de empurrar a mudança para um passado remoto, era sair do ridículo de ter mudado recentemente a principal doutrina. (tolerável num início)
Sair do ridículo de ser uma igreja que não tinha certeza do que vinha pregando !

De onde vem o significado da palavra semi-ariano ?  (termo de origem católica empregado contra os que criam na doutrina do sacerdote Árius)
O sacerdote católico Árius da Alexandria, Egito, escreveu um livro em que diz que Jesus não era Deus, criando grande polêmica na Igreja Católica.
Semi-arianos, porque surgiram padres apresentando uma doutrina conciliadora entre Árius a o Concílio de Laudicéia (325 AD) dirigido pessoalmente pelo Imperador Constantino.


Em que essa mentira afeta os membros da Igreja Adventista ?

Os Adventistas mudaram sua definição de Deus,
(equivalente a mudar de Deus) mais de 100 anos depois de organizados como igreja, e 65 anos depois que a profetisa Ellen White morreu.
Pior ainda, não há registro de que a profetisa White tenha feito reparos à doutrina da igreja, (doutrina que contrariava a doutrina da Trindade) ao longo de 25 anos, o que prova também que Ellen White nunca foi trinitariana.


Até a Enciclopédia Britânica afirma que a doutrina da Trindade não é bíblica.

Veja a doutrina oficial da IASD publicada ao longo de 25 anos em que Ellen White se encontrava viva, e sem nunca ter dito uma palavra contra ela:
http://www.alvorada.us/year_books.htm

 

É temerário tomarmos os pioneiros como exemplo,
porque um número deles não cria também...

(não disse em que eles não criam)

 

Dr.José Carlos Ramos:  ("doutor em divindade" pela Andrews University)
"Tinham os pioneiros o conhecimento de toda a verdade? Então este não é um argumento nem forte e muito menos conclusivo. Não é justo cobrar deles o conhecimento que temos hoje, porque a luz é progressiva. Muitos deles haviam pertencido a comunidades religiosas unitarianas, e estavam contagiados por idéias antitrinitárias. É temerário tomarmos os pioneiros como exemplo, porque um número deles não cria também em outros assuntos da revelação como cremos hoje, inclusive na área da interpretação profética."   (Revista Adventista Julho 2004- pg.7)

 

Saiba mais em Adventistas.ws

 

RETORNAR